Seguindo o blog

Postagem em destaque

PERFUME DE MULHER - Soneto

Tu que tens os aromas e as cores Da beleza que invade meu querer Adornada em paisagens de amores Adentrando o oasis do meu ser....

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Lágrima - Poema livre



Oh lágrima!
És tão frágil, tão intensa,
És tão pura, tão sublime!
Reflexo da alma, essência de mim.
És como o frescor da bruma
E os encantos da manhã.
És como a tenra flor,
Que brota do solo árido.
Tu sabes de mim todos os segredos.
Conheces minha alma, minhas alegrias,
Minhas incertezas, meus medos, enfim.
A mais pura expressão do meu sentimento,
As vezes me chegas assim, tão intensa,
Que por um instante arrebenta comigo.
Me leva a extremos que até desconheço.
Oh lágrima!
Porque me sufocas?
Não te dou meus olhos para que germines?
Não te dei meu peito para aturdires?
E meu coração pra descompassares?
E o que fazes comigo?
Desmonta-me o corpo quando chegas triste
E tenho que juntar os pedaços de mim.
Meu peito aturdido ja não tem espaço,
O meu coração precisa de alento.
Eu quero sorrisos, eu quero abraços,
Sentimento terno, quero amor fraterno.
Quero meu sossego, quero minha paz.
Por isso te peço,
Vai!
E leva contigo essa solidão
Arranca de mim o mal que trouxeste,
Para que a luz em mim resplandeça.
Pois em cada dia que eu amanheço
Só quero sentir a vida me tocar.
Vai!
Pois a luz da manhã me convida a sorrir.
As flores do campo me trazem perfume
As gotas de orvalho me trazem magia
Os raios de sol me dizem  Bom dia!
E os passarinhos cantam para mim.
Oh lagrima!
Não insistas, não persistas!
Pois eu já não quero os teus dissabores.
Quero que me mostres o teu lado bom
Não vês que é assim que me sinto feliz?
Por isso te digo: te afasta de mim.
E quando algum dia  quiseres voltar
Terás novamente o teu aconchego
Mas não tragas medo, tristeza nem dor.
Traga só o amor e a alegria plena
Seja sempre pura, sublime, serena.
Expressão extrema de felicidade.
Se assim chegares, te abrirei a porta
E terás de novo espaço em mim.


José Bento!

Um comentário:

  1. Só você pra falar com tanta eloqüência de um PINGO!!! kkk
    É, realmente, tocante a forma como você fala dessa "ambigüidade" que a lágrima... portadora de sentimentos bons e ruins. Parabéns!

    ResponderExcluir