Seguindo o blog

Postagem em destaque

PERFUME DE MULHER - Soneto

Tu que tens os aromas e as cores Da beleza que invade meu querer Adornada em paisagens de amores Adentrando o oasis do meu ser....

sábado, 12 de maio de 2012

DESVANECE - Poema soneto.



Então vi no teu olhar a névoa púrpura,
A envolver-te nas cores do crepúsculo,
Invadiu-me a alma o lusco-fusco
E me toma de assalto o meu amor

Os teus olhos já brilham de outras cores
Pois a chama de tua luz em mim se apaga
E um novo horizonte então alarga
Totalmente alheio as minhas dores.

Sinto a fria lâmina me cortando a alma
Neste ínterim mais nada me acalma
Pois bem sei que em breve partirás

Então sinto no meu  peito intensa dor
Mas se a ti já não serve o meu amor
Nada resta que te possa segurar.

José Bento

3 comentários:

  1. retribuindo a Visita e te seguindo !! Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem-vinda!
      Espero contar sempre com suas visitas.
      Abraço!

      Excluir
  2. Muito obrigada pela visita, estou aqui retribuindo.
    Tudo muito legal e bonito por aqui.
    Um abraço.

    ResponderExcluir